Etnografia

Para caracterizar o Município de Melgaço é necessário dizer que é o concelho mais setentrional de Portugal, estendendo-se pela margem esquerda do rio Minho até às serras da Peneda e do Soajo.

A sua tipicidade geográfica define-se em duas manchas distintas: a ribeirinha, junto ao Rio Minho, caracterizada por uma sucessão de pequenos vales e encostas suaves, banhadas pelos afluentes do rio fronteiriço, típica pelos campos cultivados em socalcos e sustentados por muros de pedra, onde se encontram os vinhedos; a montanhosa e planáltica, onde deambulam rebanhos de ovinos, caprinos e manadas de gado vacum e cavalar, encontramos os terrenos ideais para a cultura do centeio, da batata e criação do porco.

Estas características particulares ditaram o modo de vida das gentes de Melgaço, dedicando-se quase exclusivamente à agricultura e pecuária, desenvolvendo para o efeito os artefatos, utensílios e instrumentos necessários.

A vida quotidiana da população de Melgaço foi deveras marcada por estas atividades.

Melgaço é, portanto, um concelho pleno de tradições ligadas ao artesanato: a tecelagem em linho e a tecelagem em lã, as alfaias agrícolas, os canastros, os moinhos, constituem alguns dos artigos que fazem parte da história do Concelho.

Os artesãos ligaram as técnicas ancestrais, perícia, inovação e criatividade, com o propósito de produzirem objetos que se tornaram num dos principais retratos do Concelho de Melgaço e das suas gentes.

Os cultos locais têm também uma função marcante na vida dos melgacenses. A crença levou-os à construção de capelas, mosteiros, cruzes, oratórios, alminhas, e santuários dedicados a santos milagreiros. As festas populares são geralmente dedicadas ao santo Padroeiro da paróquia. Para além do culto religioso a festa conta com arraial, leilão de oferendas, banda filarmónica, grupo musical, fogo-de-artifício, ranchos folclóricos entre outras animações.

O Município de Melgaço dispõe de um conjunto de valores etnográficos, dos quais ressaltam interessantes usos e costumes ainda vivos.