Ministra da Coesão Territorial na sessão de encerramento do programa Melgaço Tem Pop-Up

No dia de hoje (16 de julho), a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, marcou presença na cerimónia que assinalou o encerramento do programa Urbact / RegrowCity, Melgaço Tem Pop-Up, visitando as cinco lojas que abriram muito recentemente e que ainda não haviam sido inauguradas fruto da situação pandémica que vivemos.

 

AS MAIS RECENTES LOJAS:

– Story Board – Photography (Tiago Fernandes)

– Diversidade De Fotografias (Carla Sousa)

– Sapataria Alves (Cindy Castro)

– Estética (Flávia Oliveira)

– Roscas de Melgaço (Madalena Barbosa)

 

Desde que arrancou em 2019, o programa Melgaço Tem Pop-Up tem-se revelado pleno de atividade e registou a concretização de 15 projetos de negócio / atividades, contando, nomeadamente, com 13 projetos lojistas e duas lojas âncoras com atividades de IPSS´s, artistas, e demais sociedade civil. Destes seis maturaram o modelo de negócio e transitaram já em permanente/definitivo, sejam em espaços inicialmente afetos ao programa, seja em lugar próprio fora deste:

 

– Bolos e Bolinhos Gourmet (Bernardete Nabeiro)

– Loja de Antiguidades (Ana Maria Gregório)

_ Elisangela Castro na loja âncora_ primeiro projecto

– Cantinho da Bé (Eduarda Nabeiro)

– Sabor do Céu (Elisangela Castro)

– LP Alumínios (Leonel Pires)

– Old Street Studio (Joana Reinales)

– Story Board – Photography (Tiago Fernandes)

– Diversidade De Fotografias (Carla Sousa)

– Sapataria Alves (Cindy Castro)

– Artpaulabijus (Paula Ferreira)

– Estética (Flávia Oliveira)

– Roscas de Melgaço (Madalena Barbosa)

TOTAL DE PROJETOS JÁ DEFINITIVOS – 6

– Bolos e Bolinhos Gourmet (Bernardete Nabeiro)

– Cantinho da Bé (Eduarda Nabeiro)

– Sabor do Céu (Elisangela Castro)

– LP Alumínios (Leonel Pires)

– Old Street Studio (Joana Reinales)

– Artpaulabijus (Paula Ferreira)

 

Fruto do sucesso deste programa e da dinâmica que imprimiu à Vila da Melgaço, o Presidente da Câmara decidiu dar continuidade ao mesmo.

«Nunca algo de semelhante tinha sido antes tentado. Esta foi uma aposta arriscada e ambiciosa, com obstáculos que se anteviam difíceis de transpor, mas que quisemos enfrentar, enquanto desafio que urgia assumir em prol do território e das gentes de Melgaço. Cedo percebemos que aderir Programa URBACT implicaria um forte e profundo envolvimento de todas as partes da sociedade melgacense, fazendo os seus mais ativos atores e agentes participar dos processos de decisão e ação. Numa gestão urbana (e territorial) moderna, endereçando por vezes problemas antigos e complexos, como é o caso do declínio prolongado (de que sabemos padecem grande parte das vilas e cidades do interior e da Europa), há que ter a coragem de envolver e comprometer, diria mesmo coresponsabilizar a sociedade civil, empoderando os atores, mas também promovendo a iniciativa e participação na experimentação de soluções, tantas vezes arriscadas.

Esta foi, no entanto, uma aposta ganha. O trabalho conjunto aqui desenvolvido apresenta resultados incontornáveis no relançamento da vida urbana, seja na dinamização do tecido comercial/económico, novo e já anteriormente instalado, mas também na reanimação do espaço público (onde na requalificação a autarquia tem empreendido grandes investimentos) assim oferecendo um ambiente urbano mais diverso e rico para residentes e visitantes. Esta é uma realidade já reconhecida e elogiada pelos parceiros europeus, mas sobretudo pela sociedade melgacense, que interiorizou a valia e eficácia deste nosso MELGAÇO TEM POP-UP, continuando a abordar-nos com constantes propostas de empreendedorismo e “oferta” de espaços a associar ao programa.», refere o autarca, Manoel Batista.

O programa tem vindo a granjear a confiança de novos senhorios aderentes ao programa MELGAÇO TEM POP-UP, que têm entregado os seus espaços para ocupar graciosamente. Neste enquadramento, aos 12 espaços iniciais, juntam-se mais três novos: o n.º 113 da Rua José Cândido Gomes de Abreu, uma loja na Rua da Barbosa e um novo espaço na Rua Dr. Afonso Costa. E há ainda a notícia de alguns projetos/candidaturas de novos negócios que estão a ser analisados pelo grupo de trabalho para abrirem brevemente e que totalizam cerca de seis novas lojas.

Toda esta dinâmica é, inequivocamente, reveladora do mérito e efeitos benéficos no incentivo ao empreendedorismo e reanimação da dinâmica comercial da Vila de Melgaço e a prática do município tem sido referida como um caso de sucesso. Recentemente, num estudo sobre as Redes de Transferência URBACT o projecto MelgaçoTemPopUp é distinguido. «Melgaço tem sido um excelente parceiro da Rede Re-GrowCity. De longe, tem excedido as suas próprias expectativas para a transferência das boas práticas, contribuindo também para melhorias nas atividades da cidade líder de Boas Práticas, Altena.» Pode ler-se, no documento, conduzido pelo perito URBACT Matthew Baqueriza Jackson.